interracial dating
interracial dating
free dating sites uk
christian dating
FacebookYouTubeTwitter

AAUTAD

Versão para impressão
PDF

XVI Open AAUTAD

Tenistas da casa (Henrique Vaz e Amadeu Fernandes) almejaram a final


Organizada pela Secção de Ténis da Associação Académica da UTAD, com repetida e gentil cedência das instalações do Clube de Ténis de Vila Real, decorreu nos renovados e rápidos courts do clube vila-realense, mais uma edição do Open AAUTAD. Foram dois dias de competição nos pretéritos 26 e 27 de Julho, sol bastante ousado (a rondar os 35º Celsius), diversos encontros e, na final, dois tenistas da AAUTAD. Um outro… Déjà-vu! Para os melomaníacos, a expressão, um estrangeirismo de origem francesa, deu nome a um dos melhores álbuns musicais norte-americanos e mais vendidos de sempre (Crosby, Stills, Nash & Young). Para os tenistas da academia transmontana, Déjà-vu quer dizer, à letra, já visto. Aplicada ao XVI Open AAUTAD, quer dizer: mais uma! No caso, mais uma final, mais uma vitória. No espaço de poucas semanas, e depois dos êxitos no Campeonato Regional +35 e Open Antigos Alunos, nova vitória, desta feita no Open AAUTAD, competição seniores do Calendário Oficial de Provas da Federação Portuguesa de Ténis. No caso, o suspeito do costume deste recente mês de Julius César: Henrique Vaz. O torneio, que teve a participação de vários atletas, oriundos essencialmente do Vale do Sousa, Porto e Braga, proporcionou encontros bem disputados e fisicamente exigentes. O intenso calor foi, de resto, um elemento determinante no normal avançar do quadro e selecção dos melhores executantes. Sobre o percurso dos elementos da AAUTAD, o seguinte: com vitória prévia sobre Rui Garcia (CT Braga - n.º 124 FPT), 2.º designado da grelha, o tenista da AAUTAD, Henrique Vaz, alcançou as ½ finais sem ceder qualquer set; do outro lado do quadro, Amadeu Fernandes, treinador da academia transmontana, também atingiu a ½ final, após triunfo na ronda anterior sobre o aguerrido jogador do Lousada TA, Francisco Lemos, por duplo 6/1. Sumulamente, e a partir das ½ finais, os dois primeiros cabeça-de-série da competição, ainda em prova, Carlos Neves (Estrela Vigorosa Sport - n.º 85 do ranking nacional) e Nuno Soares (Clube Ténis de Braga - n.º 124 FPT) tiveram igual destino no acesso à contenda final e respectiva disputa do troféu principal. Na passagem ao derradeiro encontro, Henrique Vaz derrotou Nuno Soares (CT Braga) por parcelares que não espelham a real dificuldade do encontro; o resultado - e isso é que conta - foi um pesado 6/1, 6/0. Do lado oposto do quadro, Amadeu Fernandes aguentou longa e pacientemente os seus evidentes sinais de cãibras induzidas pelo calor, situação, aliás, recorrente e levou de vencida Carlos Neves por 7/6 (7-0) e 6/0. Na final, numa contenda entre veteranos colegas de equipa, o aqui alterado adágio popular “Amigos, amigos... raquetes à parte”, foi a matriz do encontro. Vaz sempre muito competitivo e “municiado” de uma bela esquerda a uma mão, e Fernandes com alguns resquícios físicos da ½ final, ainda assim, proporcionaram boas trocas de bolas e pontos de substância tenística. O resultado foi fixado em convincentes 6/2, 6/4 a favor de Henrique Vaz (na foto, à esquerda). No final, Amadeu Fernandes aludiu que o seu amigo, e ainda a pretexto do Mundial de Futebol, talvez seja conhecedor do humorista brasileiro, João Simão, e da sua reconhecida ironia: “A selecção brasileira é uma selecção sem vícios: não fuma, não bebe e não joga”. “Que eu saiba, ele não fuma, não bebe e joga muito bem!”, gracejou. Com uma distribuição inicial de t-shirt´s aos diversos atletas presentes, uma singela oferenda da Secção de Ténis da AAUTAD (algo que rareia no panorama tenístico luso), este evento desportivo encerrou com a cerimónia de entrega dos troféus - gentileza da Câmara Municipal de Vila Real - e a habitual “chapa” para a posteridade!

 

Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Post Scriptum:
Este texto foi escrito com manifesta inobservância do Acordo Ortográfico.

 

 

Versão para impressão
PDF

II Open Antigos Alunos

Henrique Vaz, da Secção de Ténis da AAUTAD, fez jus à condição de antigo discente da universidade transmontana e adjudicou novo título


Ainda na ressaca do recente Mundial de Futebol conquistado pela Mannschaft e do pouco labor demonstrado pela selecção lusa, o tenista da AAUTAD, Henrique Vaz, ter-se-á, porventura, lembrado do chamado Desporto-Rei. A “bola” não é o melhor terreno para tiradas profundas, mas existem algumas frases quase lapidares, quase filosóficas. Por exemplo… "Jogo para lutar contra a ideia de perder", de Éric Cantona, ex-futebolista gaulês. E lutar foi verdadeiramente a palavra de ordem. Competir contra os seus adversários e, adicionalmente, debater-se contra um constante vento, principal inimigo dos intérpretes desta modalidade, não é um grande “postal” para um torneio de Verão! Ainda assim, este Open Antigos Alunos, competição +35, decorreu em regime praticamente non-stop e foi com uma grande dose de paciência e boa vontade que os tenistas envolvidos foram competindo. Pela primeira vez, uma prova oficial a cargo da Secção de Ténis da AAUTAD decorreu nos renovados campos do Clube Ténis de Vila Real. Instado a comentar este cenário, Amadeu Fernandes, responsável pela Secção de Ténis da AAUTAD, salientou que “Com os velhinhos (mas simpáticos) courts da UTAD ainda sem marcações de linhas perfeitamente visíveis, todo o quadro de singulares foi realizado nos requalificados campos do CTVR cedidos, de forma solícita e generosa, para a prossecução deste evento dos tenistas da academia transmontana”. Na vertente competitiva, e no derradeiro encontro da prova, sensação de recente déjà-vu! Henrique Vaz (na foto, à direita) vs Ricardo Lopo na final do torneio! Nas ½ finais, Ricardo Lopo (TC Chaves), n.º 30 da respectiva classificação nacional e primeiro cabeça-de-série da grelha, venceu Rafael Feliciano (TC Chaves / n.º 82) por 7/5, 6/3, enquanto Henrique Vaz, 2.º designado do quadro (AAUTAD / n.º 72), bateu mais um representante do emblema flaviense, João Teixeira, por 6/2, 6/4. A exemplo do sucedido há pouco tempo em Chaves (Campeonato Regional +35), o atleta da academia transmontana, fiel à sua “velhinha” raquete austríaca - Head Prestige Mid - e amante da encordoação belga, Luxilon Big Banger Original 1.30, revelou-se sólido e competente q.b., granjeando nova vitória sobre Ricardo Lopo, desta feita por duplo 6/3. Como habitualmente, a breve cerimónia de entrega dos troféus (gentileza da Câmara Municipal de Vila Real) encerrou esta segunda edição do Open Antigos Alunos AAUTAD.

Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

Post Scriptum:
Este texto foi escrito com manifesta inobservância do Acordo Ortográfico.

Versão para impressão
PDF

Programa “retomar” combate abandono escolar por questões financeiras

Após reivindicação constante das associações académicas, o Governo acaba de lançar o programa “Retomar”, que pretende apoiar alunos que tenham desistido dos seus estudos por motivos financeiros. Esta é uma luta de há já algum tempo, por parte das académicas, principalmente através do E.N.D.A, Encontro Nacional de Direcções associativas, que, tem vindo a alertar o ministério da ciência e educação, repetidamente, do problema crescente do abandono escolar, pró falta de meios financeiros do aluno e da sua família.

Aliás, a própria associação Académica da UTAD, lançou um inquérito em 2012, que foi realizado em várias academias de todos o país, que dava conta das crescentes dificuldades dos estudantes, principalmente com o agravar da crise económico-financeira que se abateu no país. No total, 48 por cento dos cerca de quatro mil estudantes que participaram no inquérito, afirmaram que passavam dificuldades financeiras, e desses, 35 por cento assinalaram que temiam ter de abandonar os estudos por falta de condições financeiras.

No passado mês de Outubro, numa reunião que juntou o ministro da educação e ciência, o secretário de estado do ensino superior e representantes das associações académicas, os governantes mostraram abertura para trabalhar num programa para incentivar o regresso de ex-alunos às universidades, com especial atenção àqueles que estão em situação de desemprego.

O programa “Retomar”, surge assim, ao abrigo do Plano Nacional de Implementação de uma Garantia Jovem (PNI-GJ), que tem vindo a ser debatido e delineado, numa parceria entre a Secretaria de estado do Ensino Superior, o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas, o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos, a Direção Geral de Ensino Superior, as associações e federações académicas de estudantes.

O programa “Retomar” oferece uma bolsa de 1200 euros por ano, a todos os estudantes que regressem às instituições de ensino superior para concluir os ciclos de estudo que conduzam ao grau de licenciado, em ciclos de estudos integrados conducentes ao grau de mestre e em ciclos de estudo conducentes ao grau de mestre.

A candidatura ao programa “retomar” deverá ser feita, através do sítio da Direção Geral do Ensino Superior, na plataforma Retomar (http://www.dges.mctes.pt/DGES/pt/Estudantes/Retomar/).

 

As candidaturas já estão abertas e poderão ser feitas até ao dia 30 de Setembro.

Versão para impressão
PDF

Três atletas da AAUTAD no Campeonato Europeu Universitário

Três atletas de ténis de mesa, representantes da Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, conseguiram classificar-se para o Campeonato Europeu Universitário da modalidade.

João Pedro Silva Vieira, aluno do segundo ano do curso de Educação Física e Desporto Escolar, Miguel Ângelo Mendes, aluno do primeiro ano de Ciências do Desporto e Rafael Oliveira Vaz, também aluno do primeiro ano de Ciências do Desporto, vão participar neste evento desportivo, que, este ano, se realiza em Roterdão, entre os dias 24 de Julho e 8 de Agosto.

Este será o segundo ano em que se realizam os Jogos Europeus Universitários, sendo esperada a participação dos melhores estudantes atletas vindos de 45 países.

No que refere ao ténis de mesa, a competição realizar-se-á entre os dias 24 e 27 de Julho.

O Campeonato Europeu Universitário é co-financiado pelo programa da União Europeia Erasmus + .

 

 

Versão para impressão
PDF

Nacional de Minitrampolim

AAUTAD fecha a época com chave d'ouro - 3 Pódios Nacionais


A Secção de Ginástica da AAUTAD participou com uma delegação de 14 ginastas, no passado sábado, na cidade de Faro, no Encontro/Campeonato Nacional de Minitrampolim, organizado pela Federação de Ginástica de Portugal em colaboração com a Associação de Ginástica do Algarve.

No Encontro Nacional de Minitrampolim, prova destinada aos ginastas infantis, com classificação final apenas por equipas, participou o ginasta Márcio Teixeira (sem equipa) e as ginastas, Jéssica Jorge, Mariana Alves e Rita Bessa que constituíram equipa e alcançaram o 7º lugar.

No Campeonato Nacional de Minitrampolim destinado aos ginastas entre os escalões iniciados e seniores a AAUTAD, com grande tradição nesta especialidade, conseguiu bons resultados incluindo, três títulos nacionais:

Iniciados Fem. (11-12 anos) - 36º lugar Filipa Lisboa e 37º Marta Barroso; Juvenis Fem. (13-14 anos) - 9º lugar Ana Ferreira, 17º Ana Alves e 23º Beatriz Lopes conquistando, estas três ginastas, o título de Campeãs Nacionais por Equipas; Juniores Masc. (15-16 anos) - 4º lugar José Batista; Juniores Fem. (15-16 anos) - 3º lugar Catarina Dinis e 9º Maria Lima; Seniores Fem. (≥ 17 anos) - 3º lugar Gabriela Sousa e 12º Ana Vieira.

As ginastas medalhadas individualmente, Catarina Dinis e Gabriela Sousa, demonstraram grande segurança nas suas séries possibilitando, assim, a conquista dos respetivos lugares no pódio. De realçar, também, o honroso 4º lugar que o ginasta José Batista alcançou fruto da excelente performance demonstrada em prova.

Deste modo, a secção de ginástica da AAUTAD fecha a época com chave d'ouro, uma das melhores épocas de sempre, culminando assim, em sete anos de existência, com 10 títulos nacionais e 3 internacionais.

Por último e não menos importante, queremos agradecer a todos os pais que nos acompanharam, pelo seu apoio e boa disposição demonstrados durante toda a competição.

 

Hugo Laranjeira