asian dating
internet dating
sex dating
free dating sites
FacebookYouTubeTwitter

AAUTAD

Versão para impressão
PDF

EDITAL

 

 

 

EDITAL

ELEIÇÕES PARA OS ORGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO ACADÉMICA DA UTAD

CALENDÁRIO ELEITORAL

 

Data limite de entrega de listas

2 de dezembro

Abertura e validação das listas concorrentes

2 de dezembro

Campanha eleitoral

6 de dezembro (00h00) a 14 de dezembro (23:59)

Ato eleitoral

16 de dezembro

 

PROCESSO DE ENTREGA DAS LISTAS CONCORRENTES

Documentação necessária:

- Identificação do Mandatário da Lista;

- Programa de Atividades;

- Termo de aceitação de candidatura de todos os elementos da lista;

- Fotocópia do Cartão de Cidadão/Bilhete de Identidade de todos os elementos da lista

- Fotocópia do comprovativo de matrícula de todos os elementos da lista;

- Fotocópia do Cartão de sócio da AAUTAD com a quota atualizada de todos os elementos da lista;

- No mínimo 100 subscrições.

Deverá ser dado integral cumprimento às exigências previstas no artigo 3º do Regulamento Eleitoral da AAUTAD.

Entrega das candidaturas

As Candidaturas deverão ser entregues na Sede a Associação Académica da UTAD, em envelope fechado, dirigido ao Presidente da Comissão Eleitoral da AAUTAD, até às 17h00 do dia 2 de dezembro de 2014, data a ser confirmada pelo registo de correspondência da AAUTAD.

Abertura e Validação das Candidaturas

As candidaturas entregues dentro de prazo serão abertas pelo Presidente da Comissão Eleitoral da AAUTAD no dia 2 de dezembro de 2014 pelas 21h00 na Sede a Associação Académica da UTAD, na presença dos mandatários das respetivas listas.

As Listas serão, ou não, declaradas válidas pelo Presidente da Mesa da Assembleia Geral da AAUTAD.
Considera-se período de reclamação as 24h seguintes à abertura das listas.

Nota: Os termos de aceitação de candidatura e o documento para identificação do mandatário estão disponíveis na Sede da AAUTAD.

De acordo com o Regulamento Eleitoral da AAUTAD, caso concorram mais de duas listas e nenhuma delas possa ser considerada vencedora, realizar-se-á uma segunda volta no dia 18 de dezembro de 2014, à qual concorrerá apenas as duas listas mais votadas, sem que haja lugar a nova campanha eleitoral.

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral da AAUTAD

_________________________________________________

Pedro de Jesus

 

 

Versão para impressão
PDF

Associação de Cegos recebe donativos recolhidos na “Praxe Solidária”

A Associação Académica da UTAD e o Conselho de Veteranos da UTAD já entregaram à ACAPO- Associação de Cegos e Amblíopes de Portugal,  419 euros em dinheiro, que foram recolhidos durante a ação “Praxe solidária- Operação Bengala Branca”, que decorreu no passado mês de outubro.

Na altura foi solicitado aos novos alunos da UTAD, que fizessem pequenas bengalas de açúcar branco, que posteriormente foram “vendidas” a populares que se encontravam no mercado municipal de Vila Real, ao mesmo tempo que era passada uma mensagem de sensibilização para a causa das pessoas cegas ou com visibilidade reduzida.

Nesta ação foram recolhidos 419 euros que foram entregues ontem à ACAPO. Este valor será utilizado em “despesas correntes” desta associação, que apenas conta com algum apoio por parte da segurança social.

João Letra, presidente da delegação de Vila Real da ACAPO sublinhou o “grande gesto da associação e de todos que participaram no evento”, referindo que a ACAPO precisa de ajudas como esta “como de pão para a boca”.

Daniela Balouta, representante do Conselho de Veteranos, acredita que ações solidárias como esta servem dois propósitos que passam por “ajudar quem mais precisa e ao mesmo tempo faz com que a praxe fique melhor vista pela população”.

Para presidente da AAUTAD, Pedro Romeu, este tipo de atividades são elementares para sensibilizar a comunidade e os próprios alunos.

“Acreditamos que conseguimos fazer chegar a mensagem de sensibilização para a cegueira a muita gente, ao mesmo tempo que conseguimos efetivamente apoiar a ACAP de Vila Real, com os donativos recolhidos, será com certeza uma ação para repetir no futuro”, concluiu o dirigente associativo.

 

 

 

 

 

Versão para impressão
PDF

Open XXIII Aniversário Secção de Ténis - AAUTAD

O período outonal, caracterizado pela queda das primeiras folhas das árvores que abandonam o verde e nos brindam com uma bela paleta cromática de amarelos e castanhos, foi assinalado entre os tenistas da Associação Académica com mais um aniversário. E vão 23!

 

Chegou, finalmente, ao término mais uma edição do Open Aniversário, competição que desta vez teve a particularidade de ser aberta a toda a academia transmontana e comunidade vila-realense. Foi mais uma organização da Secção de Ténis da AAUTAD, divisão desportiva da academia transmontana que, desde 1991, data da sua génese, tem vindo a granjear notoriedade (tendo, por exemplo, atingindo o patamar da 2.ª Divisão Nacional de Inter-Clubes e sido distinguida com o prémio do Instituto do Desporto de Portugal - “Reconhecer o Mérito”). O momento festivo foi aproveitado para celebrar estes 23 anos de profícua actividade e sucessos desportivos. Há umas semanas atrás, desenrolou-se a final de singulares, disputada por dois atletas da AAUTAD (Henrique Vaz vs Guilherme Saraiva - 6/1, 6/1) e agora foi concluída a de pares. Neste particular, e depois de terem já almejado o título de pares do “Duplas Open AAUTAD na presente temporada, os dois colegas de equipa da academia transmontana, Guilherme Saraiva e Amadeu Fernandes (na foto), replicaram a parceria e conquistaram novo troféu nesta variante. Desta feita, a vitória surgiu neste Open Aniversário, cuja final decorreu no “centralito” das renovadas instalações do CTVR, gentilmente cedidas à organização da AAUTAD. No encontro decisivo esteve em confronto a dupla da AAUTAD, face ao rodado e competente par do CTVR, Paulo Padilha e Albano Ledo. Abertas as “hostilidades” no primeiro set, o duo Saraiva / Fernandes iniciou bem a contenda e tomou a dianteira por 3/0. Depois permitiu a recuperação do par opositor, ficando mesmo a perder por 3/4 e, claro, tiveram que ir atrás do prejuízo. Para recuperar os jogos de serviço perdidos, além de melhorar o golpe de saída, a dupla da AAUTAD esteve mais eficaz no fundo do court, e nas imediações da rede as suas acções revelavam-se conclusivas, procurando um derradeiro break sinónimo de 1.º set (7/5). No segundo parcial, o tandem Saraiva / Fernandes cedo revelou um ténis superlativo e esteve mesmo a comandar por 3/0, depois 4/1 e ainda 5/2! No entanto, e a perderem por 2/5, a experiente parceria Padilha / Ledo soube reagir e adoptou uma postura mais agressiva, tomando partido da movimentação mais lenta e dos erros não forçados da dupla Saraiva / Fernandes. Paulo Padilha revelava o seu “toque de bola” em volleys acutilantes e Albano Ledo “alvejava” a zona central com eficácia, recuperando meritoriamente para um emocionante 5/5. Nesta fase, Amadeu Fernandes resgatou as sensações do serviço - levantou um pouco mais o cotovelo, o que lhe permitiu apanhar a bola bem em cima, gerando mais potência - e a dupla da academia transmontana adiantou-se para um favorável 6/5. Na reta final do set, e procurando evitar o tie-break, os “estudantes” consumaram nova quebra de serviço, vencendo o conclusivo parcelar por novo 7/5. Foi, de facto, uma final competitiva, bem disputada e tenísticamente recompensadora para a equipa da AAUTAD. Ainda assim, victis honor - honra aos vencidos. Bem, por maior que seja a glória, se não for útil é estultícia! De facto, enquanto pelos terrenos do futebol, por exemplo, todos se deixam inflamar pelo espírito bélico do heleno Ares, seria desejável que outros campos, desportivamente férteis, fossem alvo de uma cuidada e imparcial atenção. Mas, porém, todavia, contudo... Bem, demasiadas conjunções adversativas para resolver! A encerrar, a habitual cerimónia de entrega dos troféus premiou os diferentes vencedores e finalistas, que assim conquistaram um lugar de destaque nesta competição. Parabéns a todos!

 

AF.

 

Post Scriptum:
Este texto foi escrito com manifesta inobservância do Acordo Ortográfico

Versão para impressão
PDF

Caloirada aos Montes 2014 com cartaz diversificado para todos os sentidos

A Associação Académica da UTAD já apresentou os nomes que vão fazer parte do cartaz da Caloirada aos Montes 2014, que se realiza entre os dias 23 e 28 de outubro.
Numa campanha diferente, cujo tema foi a “aventura dos sentidos”, a AAUTAD, através da rede social Facebook, optou opor revelar o cartaz de forma faseada e por dias, uma escolha que se mostrou acertada, tendo em conta a adesão dos estudantes.
“Esta campanha resultou de um longo trabalho criativo que temos vindo a elaborar, para consolidar a presença da AAUTAD nas redes sociais, no sentido de desenvolvermos uma linha de diálogo aberta com os estudantes que representamos”, explicou o presidente da direção da AAUTAD, Pedro Romeu.
No cartaz da Caloirada aos Montes 2014 predomina a diversidade dos estilos musicais, com o intuito de abranger, nessas escolhas, o maior número de alunos possível.
Tiago Bettencourt, Diabo na Cruz, Jimmy P, Ruth Marlene e a dupla de DJ’s Beatbombers, constituída por Dj Ride e Stereossauro, são alguns dos nomes que se destacam no cartaz desta festa, que se estende por sete dias.
“Pela reação que obtivemos na página que criámos para o efeito, no Facebook, estamos em crer que esta semana vai ser um êxito, tanto junto dos alunos da UTAD, como da restante população de Vila Real”, referiu Pedro Romeu, que realçou também a “recetividade” que este cartaz tem vindo a ter junto de comunidades estudantis localizadas perto de Vila Real, como a de Bragança, Braga e até Porto.
O recinto já começou a ser montado, no local habitual, junto à biblioteca municipal de Vila Real.