asian dating
internet dating
sex dating
free dating sites
FacebookYouTubeTwitter

AAUTAD

Versão para impressão
PDF

Nova direção da AAUTAD apronta primeiros festejos do ano

A Associação Académica da UTAD já está a preparar o Arraial de Carnaval, que se realiza na noite de 16 fevereiro. Integrado neste cartaz, irá realizar-se, no dia anterior, a Final da Mostra do Caloiro.

A Final da Mostra do Caloiro é um cartaz de cariz académico, que resulta da realização de vários concursos lúdicos que se realizam ao longo do ano, envolvendo os novos alunos da academia transmontana, num ambiente integrador e de espírito académico, pelo qual prima a Universidade Transmontana e Alto Duriense.

No dia seguinte, na noite anterior ao Entrudo, a AAUTAD prepara o já tradicional arraial de Carnaval, um cartaz regional que pretende reunir no mesmo espaço estudantes e população em geral, num ambiente festivo e de folia que é caraterístico desta data festiva.

“Pretendemos que esta festa seja um ponto de união entre os alunos da academia transmontana e os populares, criando um ambiente de convívio e amizade entre cidade e universidade, uma sinergia que consideramos vital para o tão necessário desenvolvimento da região”, explicou André Coelho, presidente da AAUTAD.

A AAUTAD pretende alterar a disposição do recinto da festa, que será explorada pelos núcleos de cursos, de forma a conseguir aumentar a área comum, albergando assim os participantes com maior conforto e facilitar a entrada dos mesmos no pavilhão.

A Mostra do Caloiro e o Arraial de Carnaval da AAUTAD realizam-se a 15 e 16 de Fevereiro, respetivamente, no pavilhão da NERVIR.

Versão para impressão
PDF

Equipa recém-empossada da AAUTAD anuncia prioridades e mostra apreensão quanto ao consórcio Unorte

Na foto, da esquerda para a direita: Rui Santos, presidente da câmara de Vila Real; João Coutinho, vice-reitor para o ensino; André Coelho, recém-empossado presidente da direção da AAUTAD e Márcio Martins, recém-empossado presidente da mesa de assembleia da AAUTAD.


Tomaram ontem posse os novos órgãos sociais da Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e alto Douro.

André Coelho, de 23 anos, estudante de Ciências do Desporto, é o novo presidente da direção e já fez saber que pretende lutar por um “ensino superior mais justo e democrático”.

No seu discurso de tomada de posse, o recém-empossado dirigente associativo afirmou que o Governo tem vindo a “recuar paulatinamente com os seus compromissos” no que refere ao financiamento do ensino superior, estando previsto para este ano um corte de 90 milhões de euros para a educação. Para André Coelho, “esta é a altura certa para reforçar a luta pela educação enquanto direito democrático, universal e tendencialmente gratuito”.

O novo presidente da direção da AAUTAD apresentou também algumas preocupações quanto ao campus da academia transmontana, sublinhando a urgência na “requalificação das infra-estruturas”.

André Coelho referiu o aumento previsto no preço das refeições servidas pelos Serviços de Ação Social Escolar da UTAD, mostrando-se frontalmente contra “qualquer forma de financiamento indireto em que os estudantes sejam mais uma vez chamados a pagar”.

Outra das prioridades no mandato da nova direção da AAUTAD será o “acompanhamento com reforçada atenção” do consórcio Unorte, recentemente protocolado entre a UTAD, a Universidade do Porto e a Universidade do Minho.

“Os estudantes assistem a todo este processo com preocupação por ainda não conhecerem os resultados práticos deste acordo”, sublinhou o dirigente.

No seu discurso de tomada de posse André Coelho mostrou também interesse em reforçar a parceria já existente com a câmara municipal de Vila Real.

O presidente da AAUTAD quer que os alunos que representa passem mais tempo na cidade.

“Hoje em dia vemos a maioria dos estudantes a chegar durante o dia de segunda-feira e a irem-se embora durante a tarde de quinta, perfazendo apenas três dias na cidade. É um assunto que queremos discutir com a Reitoria e a Câmara Municipal, pois achamos que todos os agentes só têm a perder com a ausência dos estudantes. Se queremos uma universidade e uma cidade mais fortes, só o conseguiremos com eles, os estudantes”, sublinhou o novo presidente da AAUTAD.

A recém-empossada direção da AAUTAD pretende cumprir o seu mandado com base nas necessidades dos estudantes que representa, acreditando que poderá cumprir todos os objetivos a que se propuseram no seu manifesto eleitoral.