free dating sites uk
free dating sites
freedating
christian dating
FacebookYouTubeTwitter

Versão para impressão
PDF

Pagamento de bolsas em dia fixo cumpre pretensão antiga dos estudantes

A Direção-Geral do Ensino Superior publicou ontem o calendário para o pagamento das bolsas de estudo, que apresenta o dia 25 de cada mês como a data limite para que este seja efetuado. Esta era uma reivindicação antiga do movimento nacional estudantil, que há muito exigia que as bolsas fossem pagas num dia fixo, tal como acontece com as restantes prestações sociais do estado.

 

Até agora, o pagamento desta bolsa aos alunos mais carenciados não tinha uma data fixa e os estudantes estavam sujeitos a atrasos constantes, o que, por vezes, não lhes permitia cumprirem atempadamente com as suas obrigações financeiras, como renda e contas de casa, nem para poderem garantir a alimentação e gastos com os estudos ao longo dos meses.

De acordo com o despacho que foi ontem publicado, e que procede a alterações ao despacho anterior que aprovou o Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo a Estudantes do Ensino Superior, o pagamento das bolsas terá de ser efetuado até ao dia 25 de cada mês, aos alunos que recebam notificação de atribuição da bolsa até ao dia 10 de cada mês.

André Coelho, presidente da direção da Associação Académica da UTAD, sublinha a importância que esta medida tem para os alunos bolseiros, que finalmente, poderão ter uma “tão necessária estabilidade financeira, para poderem concentrar-se nos seus estudos, em vez de estarem preocupados se poderão pagar as suas contas a tempo e horas ou não”.

“Esta medida foi amplamente defendida e exigida em sede do movimento associativo nacional, no qual a AAUTAD participa com muito empenho”, explicou o dirigente, que destaca o papel decisivo que teve a “insistência constante do movimento associativo neste ponto fulcral para que haja justiça social no seio dos estudantes”.

Esta medida vai beneficiar, nomeadamente, um número que ronda os dois mil estudantes bolseiros na UTAD, o que, num universo de cerca de seis mil e quinhentos alunos é “muito significativo”, referiu André Coelho, sublinhando a “importância desta medida na academia transmontana, onde muitos alunos são bolseiros e deslocados, o que aumenta em muito as suas despesas mensais”.

O Presidente da direção da AAUTAD espera agora que o pagamento das bolsas de estudo aos alunos até ao dia 25 de cada mês seja “escrupulosamente cumprido”.

Entretanto, hoje realizou-se uma reunião entre o movimento associativo nacional e a Direção-Geral do Ensino Superior. A AAUTAD não pôde estar neste encontro presencialmente, no entanto manteve-se sempre em contato com as estruturas que lá estavam.

Nesta reunião foram acertados alguns pontos entre o movimento associativo e a direção-geral:

 

1. Ficou decidido que, neste mês de setembro, o dia dez não será considerado como data final para a notificação do aluno, sendo que  será estabelecida uma nova data, a ser divulgada na próxima semana, de modo a que ainda sejam pagas bolsas durante este mês no dia vinte e cinco.

2. No que refere ao simulador de candidatura à bolsa de estudo, que está disponível no site da DGES, este será atualizado até ao final do dia de hoje, evitando confusões e erros que possam fazer com que potenciais candidatos não concluam a respetiva candidatura.

3. Nesta reunião foi também efetuado um balanço dos programas Retomar e +Superior, sendo que este último tem mostrado ser um sucesso, tendo já ultrapassado o número de candidaturas do ano anterior. Já o programa Retomar continua muito aquém daquilo que seria expectável, mostrando as limitações que tem a nível dos critérios de elegibilidade.